Fan do mês: March de 2016

02.03.2016

Iorhan Souza KombuchaSoldier

Nascimento: 08 12 1992
Localização: Guarulhos - SP
Ano em que conheceu o System: 2000
Primeira música que ouviu: Chop Suey!
Integrante favorito (SOAD): Daron Malakian
Música favorita (SOAD): Question!
Álbum favorito (SOAD): Mezmerize

Bandas favoritas: Syatem of a Down, Metallica

Como conheceu o SOAD:
"Eu estava andando com uns amigos numa praça próxima de casa, costumávamos dar rolés e andar por lá. Um dos meus amigos disse que ouviu um som novo, algo que ele nunca tinha visto, e disse que gostou pra caramba, prometendo que todos do grupo gostariam também, não dei muita bola, na época só o que rolava era o pop como moda e o eterno Metallica, eu decidi ouvi-los, adorei a música de coração mesmo, apesar de não entender absolutamente nada da letra e do que ela estava falando. Parece estranho, mas eu tinha um tipo de ligação com o som, podia sentir as suas emoções e o que seus ideais, a partir daquele momento, comecei a somente ouvir aquilo, toda e qualquer pessoa da qual eu conhecia eu queria que também sentisse o mesmo, procurei por diversas lojas de cds e de discos o nome da tão consagrada novidade, desde então, fui nos shows: Rock in rio e na arena anhembi, e consegui ver ainda mais o seu valor, não só com o peso das maravilhosas letras, os riffs e os solos, mas pela causa, do genocídio armênico e sua ascensão."

Para Iorhan, o SOAD significa:
"Soad, significa o que homens podem fazer por uma nação esquecida, uma raridade, já que a maior parte das bandas tem outra razão para esfolarem seus dedos em instrumentos e deixarem suas gargantas roucas. System of a Down deixou um legado que vai muito além de sua arte abstrata e apreciável, eles trouxeram à mente das pessoas as dores de um país que sofreu nas mãos de outro, de milhares de famílias que se perderam vendo seus amigos e parentes morrerem nas mãos de pessoas que não dão a mínima, o fato de que seus antepassados tiveram suas vidas roubadas por profanos turcos que não demonstram o mínimo de respeito pelas memórias de suas vitimas, em nenhuma geração, os turcos se importaram com o gigantesco erro. Os armênicos tem um guardião de suas memória e lembranças de um genocídio, seu nome é System of a Down."

Compartilhe