Entrevista com Orbel Babayan, atual companheiro musical de Daron Malakian

  Mau   Categorias: Site of a Down

Ganhando uma grande repercussão há alguns meses, Orbel Babayan, nas atuações de sua banda, The Orbellion (antigo Millennials), proporciona um vislumbre nostálgico com a volta de Daron Malakian aos palcos, nos dando um gostinho de quero mais e nos fazendo imaginar o que está por vir, uma vez que na sua última apresentação, The Orbellion, junto com Daron Malakian, nos surpreenderam com músicas inéditas!

Conseguimos uma entrevista exclusiva com o vocalista e guitarrista Orbel Babayan, onde o mesmo revela sobre sua interação com Daron Malakian, o destino de sua banda e fala também sobre um pouco de si. Confira!


Quem é Orbel Babayan? Quais são suas maiores referências musicais e o que o inspira a fazer música?

Orbel: Eu tenho trabalhado como guitarrista em tempo integral em Los Angeles desde os 16 anos de idade e, eventualmente, desenvolvi uma habilidade para a escrita e canto. A coisa que mais me inspira a fazer música e especialmente escrevê-las, eu diria que é a vida e minhas experiências. Eu não saberia o que colocar no papel se não tivesse histórias para contar.

Poderia nos contar um pouco mais sobre o projeto The Orbellion?

Orbel: Eu comecei o projeto The Orbellion em julho do ano passado, entrei em contato com Mike Tree, Heno Akopyan e Matthew Siberman. Eu conhecia esses caras desde muito jovem. Foi uma benção se reconectar com eles, porque nós tínhamos quase um entendimento telepático de todas as coisas. Tocávamos muito no passado.

O que muitos fãs querem saber. Existem planos para shows em outros países? Como exemplo, o Brasil.

Orbel: Eu adoraria tocar no Brasil, e fazer tour por todos os lugares com este projeto. Não temos nenhum plano até agora, eu diria que ainda estamos passando por uma fase de formação.

Então, Orbel, você fez parte do Viza, uma banda que já interagiu com grandes nomes, como Serj Tankian. Você saiu completamente do Viza? Se sim, por que a sua partida? Seu projeto, o antigo Millennials, agora The Orbellion, teve alguma interferência nisto?

Orbel: Eu fiquei um grande tempo com o Viza, uns 8 anos. Foi ótimo trabalhar com Serj. Há dois anos, quando a banda parou de tocar, eu comecei este projeto e me vi crescendo nele, seguindo uma direção diferente. Quando eu estava na banda, adorava ir aos seus shows e sair em turnê. Agora que eles se reformaram, eu ainda vou vê-los tocar. Seus shows ao vivo são muito divertidos.


Participação de Serj Tankian na faixa ‘Viktor’, durante show da banda Viza no dia 25 de novembro de 2009, em Los Angeles.

A parceria entre The Orbellion e Daron Malakian continuará? Como é a interação musical de vocês?

Orbel: Fiz amizade com Daron logo depois do nosso primeiro concerto no Troubadour, em Los Angeles. Mostrei-lhe algumas músicas e ele adorou, porque milagrosamente se encaixavam perfeitamente com o seu antigo repertório do Scars on Broadway. Decidimos então fazer um show misturado, novamente no Troubadour e o intitulamos de ‘Daron Malakian & Millennials’.

Por que da mudança de Millennials para The Orbellion?

Orbel: Acontece que havia outra banda do Canadá com o nome de Millennials. Por isso, tivemos de mudar o nome devido a questões legais. The Orbellion foi uma sugestão do Daron. Meus amigos me chamaram por esse apelido durante anos, todos nós concordamos que era um nome legal para a banda.

Em vista desta maravilhosa parceria entre vocês, quais são as chances de lançarem um trabalho em estúdio com o Daron?

Orbel: Este deve ser um ano interessante. Estamos planejando lançar músicas novas por conta própria e com o Daron também. Então as chances de lançarmos algumas gravações de estúdio são muito prováveis de acontecer em breve. Escrever com ele foi um sopro de ar fresco. É raro encontrar esse tipo de conexão musical. Mas também sabemos que vai ser um ano ocupado com o System e vamos respeitar o fato de que ele nem sempre vai estar por perto.


The Orbellion e Daron Malakian em apresentação no dia 14 de abril deste ano, no The Troubadour, em Los Angeles.

Em mensagem aos brasileiros, Orbel Babayan manda um recado muito carinhoso:

Espero ir para o Brasil em breve e conhecê-los pessoalmente. Eu aprecio todo o amor de vocês!


Fotos: Daniela Rotar.
Entrevista: Darlan e Mau.
*Um agradecimento mais do que especial ao amigo Darlan Bueno, colaborador do Site of a Down, pela realização desta entrevista.

Nenhum comentário