John Dolmayan responde a fã sobre o Genocídio

John Dolmayan responde a fã sobre o GenocídioAtravés de sua página oficial no Facebook, John Dolmayan enviou um texto em resposta a uma fã, sobre o questionamento do Genocídio Armênio. Veja:

“Oi Zehila, aqui é o John. Olha, geralmente não respondo esse tipo de mensagem mas sinto que, como fã do System você merece uma explicação. Primeiro, talvez você saiba ou não que eu nasci no Líbano, meus pais nasceram lá também. O motivo por termos nascido lá está diretamente atribuído ao genocídio dos armênios em 1915. Esse é meu povo e nós não inventamos essas histórias para incomodar os turcos e ficar discutido o assunto por quase 100 anos porque é divertido. Meu bisavô foi alvejado na frente da família dele, meus familiares sobreviventes que escaparam, fugiram para o Líbano, onde eu nasci. Tenho dúzias de histórias semelhantes de estupro, assassinato e brutalidade que tem sido passadas a mim por sobreviventes do genocídio, como meu avô.

Você foi ensinada desde o nascimento que foi uma guerra, que talvez fosse nossa culpa, que talvez até mesmo estejamos vivendo uma grande mentira para desacreditar os turcos, mas pense nisso e pesquise um pouco e descubra a verdade que melhor funcione para você. Existem imensas provas disponíveis, se você quiser saber mais sobre isso, assim como sobre o primeiro genocídio de armênios no fim dos anos 1800. A associação dos armênios com a Rússia comunista e 50 anos mais ou menos de Guerra Fria mantiveram o assunto do genocídio pouco abordado, isso e a importância política da Turquia para os Estados Unidos e a localização vantajosa no Oriente Médio serviram para enterrar o assunto do genocídio armênio por quase um século, mas isso não pode continuar para sempre.

Por favor, entenda que até meu último suspiro eu irei pacificamente fazer tudo o que estiver no meu poder para educar as pessoas sobre o genocídio e sempre pregarei o perdão e amor mesmo ao turco mais patriota, porque você pode amar sua terra natal e seu país e ainda assim ser consciente dos erros feitos no passado, de fato como ser humano é sua responsabilidade a esperança de evitar que os mesmos erros aconteçam no futuro.

Obrigada por nos escrever e por ser fã de nossa banda. Espero um dia tocar na Turquia para todos os nossos muitos fãs de lá após o reconhecimento do genocídio e espero que haja paz entre nossos povos e no mundo em geral. Pode ser um sonho mas se pessoas suficientes quisessem a paz mundial, nós a teríamos. Afinal de contas, todos nós somos cidadãos do mesmo planeta e as fronteiras que criamos são linhas imaginárias e na verdade não significam nada.”

1 Comentário

  • Paul

    Além de grandes artistas também possuem grandes almas.