Serj Tankian irá escrever trilha sonora de filme sobre o Genocídio Armênio

Serj Tankian Genocide

Serj Tankian irá produzir a trilha sonora de um filme baseado no Genocídio Armênio, massacre que aconteceu em 1915. Valery Saharyan, diretor executivo da 'Armenia Production' e cineasta, concedeu o convite para que Serj realizasse o conjunto sonoro do filme.

O roteiro será escrito em torno de uma clínica psiquiátrica em Paris, tendo como protagonista o compositor armênio Komitas, que testemunha horrores sobre o genocídio, tornando-se incapaz de se recuperar do choque emocional vivenciado. Komitas, o protagonista, morre após ficar 20 anos na clínica.

O filme será estrelado por Adrien Brody (papel principal), Dustin Hoffman e Alain Delon e ainda não possui data de lançamento.

Fonte: ArkaNewsAgency
Espalhar
Postado em 26.04.14 por Mau

Tankian estimula os turcos a ‘encontrarem-se de verdade’



Istambul – O músico armênio-americano Serj Tankian, em carta aberta publicada no semanário turco-armênio Agos, instigou as pessoas da Turquia em encarar a história e “encontrarem-se verdadeiramente”, esclarecendo o público turco sobre os esforços raivosos de seu governo em negar o Genocídio Armênio.
Apresentamos o texto da carta abaixo:

Caro povo da Turquia,

Meu nome é Serj Tankian. Sou libanês de nascimento, armênio-americano e [cidadão] neozelandês. Os meus quatro avós vêm da área conhecida como Turquia moderna. Meu avô Stepan é originário de Efkere em Kayseri, enquanto minha avó veio de Tokat.

Meus outros avós eram de Dortiol e Ourfa. Nenhum deles partiu por sua livre vontade.

Eles foram sobreviventes do Genocídio horrível cometido pelo governo do partido dos jovens turcos (Comitê União e Progresso – Ittihad) durante os últimos dias do império Otomano.
Eles todos eram crianças pequenas na época. Meu avô Stepan foi salvo e passou um tempo em um orfanato americano e também num grego antes de chegar ao Líbano como refugiado. Minha avó Varsenig e sua avó foram salvas do massacre por um prefeito turco que arriscou sua própria vida para fazer a coisa certa.

Essas não são histórias nos arquivos da Turquia ou de outras nações. Essas são histórias reais da minha família.

Mais de 600 anos atrás, as áreas de onde meus avós vieram eram conhecidas como Armênia histórica. Quando antropólogos fizeram escavações na Turquia encontraram ruínas de nossa civilização juntamente com as de helênicas/gregas e outras.

A Turquia é muito importante para mim não apenas por meus avós terem vindo de lá, mas porque minha raça inteira veio daquelas terras que foram tiradas à força deles, não pela guerra ou na mudança de fronteiras, mas por ordens brutais do governo do partido dos jovens turcos. O que tudo isso significa para nós hoje? É bem simples. Os armênios não querem incomodar a Turquia ou criar divisões raciais, nós queremos apenas justiça para que possamos seguir em frente e superar essa dor histórica que tensiona nossa relação. Não se trata apenas da história armênia, mas também da história da Turquia.

Será que o governo de Erdogan fará a coisa certa e assumirá tudo isso? Eu acho que não. Nem as juntas militares que dominaram a Turquia durante a história moderna.

Vocês sabem que seu governo gasta milhões de dólares todos os anos para negar esta verdade em capitais estrangeiras ao contratar todo o tipo de firmas de lobby e ao montar cátedras em universidade para recriar a verdade conforme lhe apraz? Vocês sabem como isso faz os armênios se sentirem? Que experiência dolorosa é? Não é suficiente que eu seja neto de sobreviventes de uma horrível tragédia da história? Ainda devo lutar contra propaganda e corrupção internacionalmente para recuperar a justiça?

A turbulência da Turquia moderna para se encontrar tem muito a ver conosco, armênios. Nossas histórias, geografias e sangue estão perto demais de não resolverem essas questões.

Tanto armênios quanto turcos merecem líderes e governos que sejam verdadeiramente igualitários, democráticos e não corruptos, para início de conversa. Em conclusão, quero apenas dizer obrigado a todas as pessoas incríveis da Turquia que conheci, que compartilharam suas histórias comigo enquanto estive em turnê e online e que têm me dado esperança de uma reaproximação baseada em verdade e justiça.

Meu desejo, caro povo da Turquia, é que você se encontre verdadeiramente.


Tradução: Lika Tankian – Fonte: Asbarez.com
Espalhar
Postado em 22.04.14 por Lika Tankian

[TROLL] Serj Tankian está trabalhando em álbum de música Country

Como já é de tradição aqui no Site of a Down, todo ano, no dia primeiro de abril (mundialmente conhecido como 'dia da mentira'), nós fazemos uma brincadeirinha com vocês.

O alvo este ano foi Serj Tankian, que vem causando um pouco de polêmica com sua nova vida de fazendeiro. Nós sabemos que a criatividade dele vai longe, não é mesmo? Não é de se duvidar que um dia ele poderia produzir, ou compor um álbum de músicas country, inspirado no ambiente no qual ele está vivendo.

Muito bem, como vocês já viram isso tudo foi brincadeirinha, e, por mais que não seja impossível, no momento Serj não irá lançar um álbum country tongue

Peço desculpas a quem ficou bravo ou se sentiu ofendido de alguma maneira.
Espalhar ~ Matéria completa
Postado em 01.04.14 por Vander Amorin

Show solo de Serj Tankian em Christchurch, Nova Zelândia

Serj realizou hoje seu show único em 2014 com uma apresentação em Christchurch, a maior cidade da Ilha Sul da Nova Zelândia. O concerto teve a participação da Orquestra Sinfônica de Christchurch que dividiu o palco com Serj para realizar a performance da sinfonia 'Orca' e músicas do 'Elect The Dead Symphony'. Hamish Mckeich conduziu a orquestra com a assistência de Oleg Kotorovych.

O show foi na CBS Canterbury Arena (antiga 'Westpac Arena'), um local com capacidade máxima para 8.888 pessoas. (mapa)

O concerto teve início às 19h30 (PM) na Nova Zelândia, e devido ao fuso horário, às 03h30 (AM) no Brasil.

- Setlist:

ORCA Act I - Victorious Orcinus
Feed Us
Blue
Sky Is Over
ORCA Act II - Oceanic Subterfuge
Lie Lie Lie
Money
Baby (video)
Elect the Dead
ORCA Act III - Delphinus Capensis
Honking Antelope
Falling Stars
Beethoven's Cunt
ORCA Act IV - Lamentation of the Beached
Empty Walls (video)
Gate 21 (sem orquestra) (video)

- Fotos:

Foto 1 - Foto 2 - Foto 3 - Foto 4 - Foto 5 - Foto 6 - Foto 7 - Foto 8 - Foto 9 - Foto 10 - Foto 11 - Foto 12
Espalhar
Postado em 29.03.14 por Mau

Serj Tankian fala sobre planos para o futuro

Serj Tankian fala sobre planos para o futuro
David Farrier do portal 3news da Nova Zelândia realizou uma entrevista com Serj Tankian abordando assuntos sobre seu show único no sábado (29) em Christchurch, com Orquestra Sinfônica de Christchurch para realizar músicas da sinfonia 'Orca' e músicas do 'Elect The Dead Symphony'.

David questionou também sobre planos futuros de Serj. Ao falar de John Psathas, compositor da Nova Zelândia que está trabalhando com o Serj desde os trabalhos do 'Elect the Dead Symphony', Serj explicou sobre um novo trabalho que surgirá em breve:

"Na verdade, estamos trabalhando juntos agora fazendo uma nova peça, ela é chamada '100 Anos', e a teremos no próximo ano. Será sobre genocídio e holocausto. É um tema pesado. É uma bela peça, que vai desde a parte étnica para o orquestral e para muitas coisas diferentes, e nós estamos tendo amigos de todo o mundo que participam tocando nela. E nós vamos estar exibindo em vídeos, também a gravação de seu áudio, e, basicamente, obtendo seu próprio selo emocional e espiritual sobre a peça. E vamos exibi-la em festivais, também, provavelmente, no YouTube entre outros."
Espalhar ~ Matéria completa
Postado em 28.03.14 por Vander Amorin
« Antigas  Recentes »