Imperfect Harmonies / Traduções

Imperfect Harmonies 01. Disowned Inc.
02. Borders Are...
03. Deserving?
04. Beatus
05. Reconstructive Demonstrations
06. Electron
07. Gate 21
08. Yes, It's Genocide
09. Peace Be Revenged
10. Left of Center
11. Wings of Summer

Extras:
12. Goddamn Trigger

01. Disowned Inc. - Renegado S.A.
Eu consigo sentir você bem longe
Sua hesitação combinando com a minha
A tristeza me deixou bem longe
Sua contemplação torna-se vinho
Um velho homem me encara
Num bizarro devaneio mútuo

Ria do teu vizinho, finja que você é são
Do mesmo jeito, você sobreviveu em vão
Ria do teu vizinho, finja que você é são
Do mesmo jeito, você sobreviveu em vão

O tempo é o pai da existência
A rima, o irmão da resistência
Arruinado pelos homens em suas mentes loucas
O vazio é a mãe da distância desconhecida
A vontade, a irmã da persistência
Despindo-se embaixo do céu elusivo

A poção da devoção,
Escrituras eufóricas do oceano

Ria do teu vizinho, finja que você é são
Do mesmo jeito, você sobreviveu em vão

O tempo é o pai da existência
A rima, o irmão da resistência
Arruinado pelos homens em suas mentes loucas
O vazio é a mãe da distância desconhecida
A vontade, a irmã da persistência
Despindo-se embaixo do céu elusivo

Eu me sentia tão sozinho
Até que você entrou em minha vida e a dor cessou
Eu me sentia tão sozinho
Daí você entrou em minha vida e a derramou a chuva
Eu me sentia tão sozinho
Vestido com a roupa de seda escura de seu próprio desdém
Eu me sinto tão renegado
Desde que seus filhos aceitaram armas em seu próprio nome

O nome de Deus é diferente em cada língua
O nome de Deus é diferente em cada língua
Ilusão imposta compôs a dissolução
O nome de Deus é diferente em cada língua

02. Borders Are... - Fronteiras São...
Nunca vou te deixar ir...
Nunca vou te deixar ir...
Nunca vou te deixar ir...
Nunca vou te deixar ir...

Fronteiras são as forcas
De nossos egos coletivos nacionais
Subjetivas, linhas na areia
Na água, separando tudo

O medo é a causa da separação
Apoiado por conversações ilícitas
Obtidas por condenações constantes
Persuasões nacionais pintadas de sangue

Aqui está minha canção, para os livres
Não, não é questão de publicidade descarada
Política corporativa, que hipocrisia
Aristocracia versus democracia

O medo é a causa da separação
Apoiado por conversações ilícitas
Obtidas por condenações constantes
Persuasões nacionais pintadas de sangue

O rei está morto e agora
Estamos dançando nas ruas
Enquanto a água se eleva
Estamos meramente cobrindo nossos pés

Nunca vou te deixar ir...
Nunca vou te deixar ir...
Nunca vou te deixar ir...
Nunca vou te deixar ir...

O medo é a causa da separação
Apoiado por conversações ilícitas
Obtidas por condenações constantes
Persuasões nacionais pintadas de sangue

O medo é a causa da separação
Apoiado por conversações ilícitas
Obtidas por condenações constantes
Persuasões nacionais pintadas de sangue

O rei está morto e agora
Estamos dançando nas ruas
Enquanto a água se eleva
Estamos meramente cobrindo nossos pés

Seus deuses estão mortos agora
Estamos dançando nas ruas
Enquanto a água se eleva
Estamos meramente nos encolhendo em derrota

Nunca vou te deixar ir...
Nunca vou te deixar ir...
Nunca vou te deixar ir...
Nunca vou te deixar ir... (x4)

03. Deserving? - Merecedor?
Eu não mereço você, por que não consegue ver?
Eu vou te abandonar, por que você não vai embora?
Mas você depositou sua fé em mim uma última vez
Você, você deposita sua fé no amor o tempo todo
Eu não mereço você, por que não consegue ver?
Eu vou te abandonar, por que você não vai embora?
Mas você depositou sua fé em mim uma última vez
Você, você deposita sua fé no amor o tempo todo

Eu acredito que você, você e eu, você e eu
Nós, nós alcançamos um amor que nós, nós podemos ver

Eu não sou digno de você, por que você não consegue ver?
Eu vou te abandonar, por que você não vai embora?
Mas você depositou sua fé em mim uma última vez
Você, você deposita sua fé no amor o tempo todo

Eu acredito que você, você e eu, você e eu
Nós, nós alcançamos um amor que nós, nós podemos ver
Pois eu acredito que você, você e eu, você e eu
Nós, nós alcançamos um amor que nós, nós podemos ver

Então vá encontrar sua estrada, leve-me com você
Vou me certificar de que ninguém machuque você
Eu preciso de seus caminhos, nós merecemos isso
Nós dependeremos do nosso amor aqui, nós
Vá encontrar sua estrada, leve-me com você
Vou me certificar de que ninguém machuque você
Eu preciso de seus caminhos, nós merecemos isso
Nós dependeremos do nosso amor, aqui vamos nós!
Aqui vamos nós
Você sabe, você sabe

Pois eu acredito que você e eu
Nós alcançamos um amor que podemos ver
Meu amor

Beatus - Abençoado
Ontem quando você abriu seus olhos
Pela manhã e você atacou minha alma
Lembranças as conectam todas a ela
Eu perdi você novamente, possivelmente para sempre?
Os ventos fortes me sacudiram por dentro

Quando você me toca, eu sinto
Quando você me toca, eu sinto você

Você se tornou meu vício
Minha obsessão mental preocupada
Para ouvir sua voz eu me estendo em direção ao sol
Comer me faz pensar em você
Essa cidade se tornou sua voz
Estrangulando a mim mesmo em meu silencio

Quando você me toca, eu sinto
Quando você me toca (eu sinto você)
Quando você me toca, eu sinto
Quando você me toca (eu sinto você)

Eu sinto... Eu sinto... Eu sinto...

Eu perdi você novamente, com a possibilidade de ser para sempre?
Os ventos fortes me sacudiram por dentro
O sol dificilmente tornando-se disponível
Estou estrangulado em minha solidão, clausura
Tranque isso antes que se vá
Os ventos me sacudiram por dentro
O sol dificilmente tornando-se disponível
Estou estrangulado em minha solidão, clausura
Tranque isso antes que se vá

A parceria e associação
Ouvem a história de oura mulher no tempo
Dando permissão para comprar um presente
Para o portador do egoísta...
(Quando você me toca)

Ontem quando você abriu seus olhos
Pela manhã e você atacou minha alma
Lembranças as conectam todas a ela
Comer me faz pensar em você
Essa cidade se tornou sua voz
Estrangulando a mim mesmo em meu silencio

Quando você me toca, eu sinto
Quando você me toca (eu sinto você)
Quando você me toca, eu sinto
Quando você me toca (eu sinto você)
Eu sinto... quando você me toca...

05. Reconstructive Demonstrations - Demonstrações Reconstruídas
Eles dizem que as mulheres choram quando os muros retrocedem
Eles dizem que os homens morrem quando as leis retrocedem, quando as leis retrocedem

Conversações não convencionais desconstruídas
(Ensinam-nos a comer)
Eu nunca vou deixar você ir
Demonstrações de conversação reconstruídas
(Ensinam-nos a falar)
Por que confessar o golpe final?

Ensinam-nos a comer das nossas mãos quebradas
Pois nada parece crescer
Ensinam-nos a falar, o idioma de seus únicos sonhos

Ninguém parece entender que
Estamos caindo de joelhos

Eu esqueci de rezar; você esqueceu de dizer "por favor"
(Mate-me) Eu nunca vou deixar você ir
Eu esqueci de ir; você esqueceu de me conhecer
(Ensinam-nos a falar),
Por que confessar o golpe final?

Ensinam-nos a comer das nossas mãos quebradas
Pois nada parece crescer
Ensinam-nos a falar, o idioma de seus únicos sonhos

Ninguém parece entender que
Estamos caindo de joelhos
A cegueira não serve nem a Deus nem ao homem
Então estamos sendo classificados como doença

Estamos caindo na categoria doença
Estou caindo 8x
Estamos caindo 3x
Estamos caindo na categoria doença
Doença 6x
Doença (estou caindo) 5x
Estou caindo 3x
Estamos caindo 2x
Nós caímos 3x

Ninguém parece entender que
Estamos caindo de joelhos
A cegueira não serve nem a Deus nem ao homem
Então estamos sendo classificados como doença
Doença

06. Electron - Elétron
Nós seguimos a chuva que cai sem parar
Elétrons Prótons lutam novamente
Então nós corremos
Seguimos o sol que se eleva sem parar
Com sentimentos de todos tornando-se um só
Então nós voamos
Voamos em nossos sonhos sempre tão destemidos
Nadando em mares cobertos com ouro
Contemple, prossiga
Prossiga com a bênção de todos os deuses
No meio do tempo dos homens em divergências
Veja, acredite!

Diga-me, o que é isso em que acreditamos?
A tempestade cintila brilhantemente
Diga-me, o que é isso em que acreditamos?
A tempestade cintila brilhantemente
A tempestade cintila brilhantemente, a tempestade cintila brilhantemente

Videiras de pensamentos sinalizam os céus
De forma irresistível no fim
Então nós cantamos
Cantamos para o espírito do mundo tão perto
Abastecendo nossa força vital
Então nós respiramos
Respiramos com o fôlego do I-Ching
Com o espírito que se move através de todas as coisas
Agora nós vemos
Vendo tudo o que está vivo
Será o caminho para sobreviver
A vida, libertada

Diga-me, o que é isso em que acreditamos?
A tempestade cintila brilhantemente
Diga-me, o que é isso em que acreditamos?
A tempestade cintila brilhantemente
Diga-me, o que é isso em que acreditamos?
A tempestade cintila brilhantemente
Diga-me, o que é isso em que acreditamos?
A tempestade cintila brilhantemente
A tempestade cintila brilhantemente, a tempestade cintila brilhantemente
Tão brilhante

07. Gate 21 - Portão 21
O amor que você traz
Você me traz junto
A dor que você dá
Me dá um lar
Você quer ficar do meu lado?
Você quer que eu me vire e me esconda?
Nós estamos desaparecendo por dentro
Vendo fotos de nosso adeus

Quando nós, nós acreditamos
Que nosso amor sobreviverá
A dor que você traz
Me traz completamente só
Você me ama? Você me odeia?
Você quer acreditar em mim?
Você pensa que não precisa de mim?
Você quer me enganar?
Não consigo pensar que está tudo acabado
Não quero esquecer
Posso pensar na decepção
Eu quero reprimir seu

Adeus, adeus
Do desenho, quebramos o molde
Os sonhos quando você vê
Que o adeus não é por muito tempo

Por favor, me siga
Até as fronteiras do destino
Eu não quero fracassar do seu lado
O chão caindo grita... adeus

Por favor, me siga
Até as fronteiras do destino
Eu não quero fracassar do seu lado
O chão caindo grita adeus

Adeus, adeus
Do desenho, quebramos o molde
Os sonhos quando você vê
Que o adeus não é por muito tempo

08. Yes, It's Genocide - Sim, É Genocídio
Eu quero morrer por seu terror
Eu quero morrer por seu temor
Eu quero morrer por sua vida
Eu quero morrer por sua vida

Eu quero morrer por seu terror
Eu quero morrer por seu temor
Eu quero morrer por sua vida
Eu quero morrer por sua vida

Eu quero morrer por seu terror
Eu quero morrer por seu temor
Eu quero morrer por sua vida
Eu quero morrer por sua vida

Eu quero morrer por seu terror
Eu quero morrer por seu temor
Eu quero morrer por sua vida
Eu quero morrer por seu terror
Eu quero morrer por seu temor
Eu quero morrer por sua vida


09. Peace Be Revenged - A Paz Seja Vingada
Para onde temos que ir?
Como podemos sobreviver?
Quando a chuva que vai parece cessar
Nós todos teremos que ir

Para onde temos que ir?
Como podemos sobreviver?
Quando a chuva que vai parece cessar
Nós todos iremos, nós todos iremos

Construímos nossas vidas
Sem ter em mente a natureza
De forma que nos tornamos a doença
Mas nós não iremos

Aqueles que sobrevivem
Conectam-se com tudo que é vivo
A paz será retornada
Precisamos glorificar você
A paz primeiro será vingada

Antes costumávamos portar
As leves pegadas dos queridos
Agora não temos medo nenhum
E, por nossa vez, desapareceremos

Construímos nossas vidas
Sem ter em mente a natureza
Lentamente nos tornamos a doença
Mas nós não iremos

Aqueles que sobrevivem
Conectam-se com tudo que é vivo
A paz será retornada
Precisamos glorificar você
A paz primeiro será vingada

Vingada... Vingada...

Quando a chuva lavar todas as mitocôndrias
Tente dirigir suas intenções para o amor
Quando seus temores misturados com a chuva lavarem seu medo de oceano
Eu não estarei aqui então, você não estará aqui quando
Quando a chuva lavar todas as mitocôndrias
Tente dirigir suas intenções para o amor
Quando seus temores misturados com a chuva lavarem seu medo de oceano
Eu não estarei aqui então, você não estará aqui quando

Apenas preste atenção na chuva, a penas preste atenção na chuva
Chuva, cuidado com a chuva...
Apenas preste atenção na chuva, a penas preste atenção na chuva
Chuva, cuidado com a chuva...

Para onde nós vamos?
Como encontraremos você?

10. Left of Center - Esquerda de Centro
Será que somos uma fantasia
Nadando na teocracia?
Nós estamos longe do sagrado
A totalidade de alguém
Repita depois de mim
Nós perdemos a chave da visão
Agora cegos, tememos em voo
Estamos longe do amor
Mas o silencio é de ouro
Por favor, observe

Lutando contra seu império
Defendendo seus vampiros
Longe demais, nós estamos indo longe demais
Nós estamos bombardeando sua ignorância
Derrotando sua insolência
Longe demais, nós estamos indo longe demais
Estamos indo longe demais

Se hoje eu morrer
E não puder negar
A vida que vivi pelo que eu digo
Agora devo me adequar a tempo,
Sem tempo para morrer ou matar (viver)
Sem estruturas da minha pirâmide,
Nem cavalos treinados para se erguerem
Suponho minha posição,
Minhas palavras definem,

Lutando contra seus impérios
Defendendo seus vampiros
Longe demais, nós estamos indo longe demais
Nós estamos bombardeando sua ignorância
Derrotando sua insolência
Longe demais, nós estamos indo longe demais
Estamos indo longe demais

Nós vamos para frente,
Nós vamos para trás,
Vivendo, morrendo
Estamos morrendo, estamos vivendo
Estamos vivendo, estamos morrendo
Estamos chorando, estamos vendo
Estamos vivendo, estamos respirando

Morrendo, vendo...

Lutando contra seus impérios
Defendendo seus vampiros
Longe demais, nós estamos indo longe demais
Nós estamos bombardeando sua ignorância
Derrotando sua insolência
Longe demais, nós estamos indo longe demais
Estamos indo longe demais

11. Wings of Summer - Asas do Verão
Bom, eu, eu quero voar, voar
Nas asas, asas do verão
Mas você, você colocou seus olhos
Você colocou seus olhos nos meus

Vá aperfeiçoar sua queda
E custe o que custar
Sorria para todos eles
Pois hoje, nós vemos o "nunca"
No menu de amanhã leremos o "para sempre"

Eu, eu quero voar
Nas asas do verão
Mas você, você colocou seus olhos nos meus
Eu, eu quero voar
Nas asas do verão
Mas você, você colocou seus olhos nos meus

Não confesse o crime
Até que você tenha gasto com sua concubina
Quando você pensa que ficou mais esperto
Eles vão girar você e puxar a alavanca

Agora eu, eu quero voar
Nas asas do verão
Mas você colocou seus olhos nos meus
Agora eu, eu vou fritar
Pois atropelei o cara com um Hummer
Mas você colocou seus olhos, olhos no divino
Agora eu, eu quero voar, voar nas asas do verão
Mas você, você colocou seus olhos, você colocou seus olhos nos meus

Quando você pensa que está tudo acabado
Eles irão pregar suas asas e lhe derrubar
Vá aperfeiçoar sua grande queda
Custe o que custar sorria para todos eles
Pois hoje nós vemos o "nunca"
No menu de amanhã leremos o "para sempre"
Pois hoje nós vemos o "nunca"
No menu de amanhã leremos...

12. Goddamn Trigger - Maldito Gatilho
Ei (x16)

Eu tenho 38 rifles e um bocado de revólveres e munição
Oito granadas, em caso de brigas
Como será que me protejo?
Como será que me protejo
Sem tudo isso?
É constitucional; é meu direito constitucional
Ao porte de armas

Eu sou o maldito gatilho
Deus fez as armas, então vai entender

Nós estamos (nós estamos), estamos mais gordos,
Obesos fodidos nojentos acima do peso
Um som de tiro, animais despedaçados,
Balas mastigáveis de hormônio do crescimento bovino

Eu sou o maldito gatilho
Deus fez as armas, então vai entender

Darwin nunca aproveitou esse prêmio
Controlar os níveis da extinção
Darwin nunca aproveitou esse prêmio
Perdoar matanças criminosas sem limite

Darwin nunca aproveitou esse prêmio Controlar os níveis da extinção Darwin nunca aproveitou esse prêmio Perdoar matanças criminosas sem limite

Darwin nunca aproveitou esse prêmio
Controlar os níveis da extinção
Darwin nunca aproveitou esse prêmio

A quantidade de armas de fogo em qualquer país
(A quantidade de armas de fogo em qualquer país)
É diretamente proporcional à morte e violência
A quantidade de armas de fogo em qualquer país
(A quantidade de armas de fogo em qualquer país)
É diretamente proporcional à morte e violência
A quantidade de armas de fogo em qualquer país
É diretamente proporcional à morte e violência
É diretamente proporcional à morte e violência
Diretamente proporcional à morte e violência

Você me ouviu, porra?