John Dolmayan anuncia data de lançamento de seu novo álbum em carreira solo

John Dolmayan anunciou nesta semana que o álbum de estreia do ‘These Grey Men’, seu projeto paralelo, será lançado em janeiro de 2020! Em produção desde 2014, o disco contará com faixas covers gravadas por diversos músicos, incluindo Tom Morello, M. Shadows e a participação ilustre de Serj Tankian.

O material foi financiado através da plataforma ‘Kickstarter’, o maior site de financiamento coletivo no mundo, e por lá o baterista do System of a Down anunciou a novidade:

A todos os meus apoiadores no Kickstarter:

Agradeço pela compreensão enquanto este projeto esteve em andamento. Fico feliz em anunciar que finalmente terminamos de gravar o álbum. Mais detalhes irão surgir nos próximos meses, e lançaremos o álbum em janeiro. Todos vocês serão os primeiros a obtê-lo. Espero que todos gostem e que a espera tenha valido a pena.

Tudo de bom,

John Dolmayan.


These Grey Men:

John Dolmayan apresentou em junho de 2014 o seu novo projeto musical, chamado ‘These Grey Men’ que conta com a presença de seu amigo de longa data, James Hazley. O álbum terá músicas covers de artistas como Radiohead, Outkast, David Bowie, entre outros. A banda terá uma composição de músicos renomados. O estilo será o rock, mas também será incluído o hip-hop, formando um projeto ‘sem limitação artística’, assim explicado por John. Em uma breve entrevista, o baterista fala sobre o intuito principal em seu novo trabalho:

“Eu quero este projeto para ser uma experiência, não só no som, mas na participação mútua de artista e fã.”

John também explicou suas necessidades em entrar no estúdio e explorar suas técnicas e novos pensamentos musicais. Em entrevista contou como surgiu o projeto e deu mais detalhes no impulso que sua consciência o deu para presentear os fãs com algo novo.

“Há dois anos eu comecei a me sentir um pouco incompleto. Eu estava em turnê e tinha um grande momento com os meus amigos no System Of A Down, mas faltava alguma coisa. Depois de uma introspecção, eu notei que eu não tinha feito nada novo artisticamente ao mundo por muito tempo. Embora a turnê tenha sido fantástica, não atendi a uma necessidade fundamental que foi crescendo dia a dia dentro de mim. A necessidade de entrar no estúdio com uma tela em branca e compartilhar o que sai com fãs em todo o mundo.

Das minhas muitas viagens para visitar amigos e familiares em Los Angeles, eu percorri as 10.000 músicas no meu iPod e como diferentes canções vinham de forma aleatória – por razões que não posso explicar – eu reorganizei e mudei melodias em minha cabeça. Eu comecei a notar as canções que mudaram mais profundamente, e uma lista começou a se formar. Ao longo do tempo, tornou-se claro que o que eu tinha em minhas mãos poderia ser o projeto que eu estava querendo.

Entra o Sr. James Hazley, meu amigo pessoal e cúmplice desde o colégio, que também possui uma riqueza de talento musical. Amigo próximo por décadas e também ex-baterista da aclamada banda underground ‘Cockeyed Ghost’, James traz para o projeto o seu vasto conhecimento de música, composição e produção musical. Também se sentia um pouco desanimado musicalmente, James estava pronto para o desafio, e lhe presenteei: tirar músicas e completamente re-imaginá-las, mantendo a sua integridade original. Nós impulsionamos fronteiras! Nós impulsionamos a nós mesmos! Espero que vocês gostem de ouvir este álbum tanto quanto gostamos de fazer isso para vocês!”

Nenhum comentário