Todos no mesmo objetivo, System Of A Down pode continuar criando, diz Serj Tankian

System of a Down

Enquanto 2020 trouxe muitos pontos negativos, uma grande coisa que aconteceu no ano passado foi o lançamento das primeiras músicas do System Of A Down em 15 anos. A banda trabalhou e lançou os novos singles ‘Protect The Land’ e ‘Genocidal Humanoidz’ como uma forma de enfrentar a guerra em curso em Artsakh. Em uma nova entrevista ao radialista Zane Lowe (transcrição via Loudwire), o vocalista Serj Tankian compartilha o quão emocionado ele ficou com a forma como as músicas surgiram e sugeriu a possibilidade de que as ideias criativas podem continuar, desde que todos estejam na mesma página.

Foi bem noticiado que o grupo se reuniu no estúdio alguns anos atrás, mas encerrou as sessões citando diferenças filosóficas como razão para não avançar com um novo álbum. As divergências criativas, entretanto, não impediram o SOAD de realizar shows nos últimos anos, dando continuidade à presença no cenário ao vivo. Enquanto parecia que a esperança por novas músicas havia sido frustrada, a banda surpreendeu os fãs com as novas músicas em 2020, que vieram como resultado de uma visão unida e um objetivo planejado.

Refletindo sobre a experiência, o vocalista Serj Tankian declarou: “Obviamente, temos músicas que não são necessariamente sociopolíticas, são divertidas, sobre vários assuntos. Acho que quando fizemos isso, realmente fizemos bem. Desta vez, foi excepcional nesse sentido, não fazendo um autoelogio ou algo assim. O fato é que usamos exatamente como uma arma, fizemos assim, de forma contundente, como deveria ter sido.”

Ele acrescenta: “Estou muito orgulhoso do que fizemos. Foi muito bom. O futuro está em aberto. Veremos o que irá acontecer. A vibe está muito positiva. Desde que estejamos na mesma página, nós podemos continuar criando coisas, se estivermos com os mesmos objetivos.”

Relembrando a divisão que os impedia de criar, além da realização de turnês, Tankian reiterou que eram as diferenças filosóficas e não pessoais que mantinham as coisas estagnadas.

Ele explicou: “Para mim, pessoalmente, tornou-se cada vez mais difícil fazer uma turnê fisicamente. Na verdade, os shows são os melhores. Eu gostaria de poder fazer shows nos mesmos lugares. Mas as viagens pesam fisicamente, sentimos no corpo, não somos mais jovens. Esse tipo de coisa é uma dificuldade à parte para mim, sendo honesto. Mas eu amo totalmente fazer turnês.”

Tankian adiciona: “Quando se trata da parte real da criação, não é pessoal. É filosófico. É a maneira como você vê as coisas e vê a maneira como a música segue adiante, o que ela significa para você, o que System Of A Down pode significar para você. Houve uma discrepância nisso. Mas isso obviamente não nos impediu de trabalhar fazendo algo por nosso povo, o que é lindo. Não tenho palavras para descrever.”


2021

Apesar da incerteza quanto à realização de grandes eventos neste ano, por conta do avanço na pandemia de Covid-19, o System Of A Down tem 11 shows confirmados entre os meses de maio e junho na Europa. Cronograma até o presente momento:

21/05 – Banc of California Stadium, EUA
22/05 – Banc of California Stadium, EUA
02/06 – Nova Rock Festival, Áustria
04/06 – Resurrection Fest, Espanha
06/06 – Download Festival, Reino Unido
08/06 – Hallenstadion, Suíça
10/06 – I-Days Festival, Itália
11/06 – Rock im Park, Alemanha
13/06 – Rock am Ring, Alemanha
16/06 – VOA Heavy Rock Festival, Portugal
20/06 – Hellfest Open Air, França

Nenhum comentário