Depois de 15 anos, System Of A Down volta ao topo das paradas com novas músicas

System of a Down

Mais de uma década se passou e o System Of A Down voltou a ocupar o topo das paradas!

Com ‘Protect The Land’ e ‘Genocidal Humanoidz’, as duas novas músicas lançadas neste mês, a banda se tornou campeã de vendas nos Estados Unidos.

De acordo com dados divulgados pela Billboard, as faixas estrearam no topo da parada Hot Hard Rock Songs. ‘Protect The Land’, que ficou em primeiro lugar, alcançou a marca de 2.7 milhões de streams e 5 mil downloads. ‘Genocidal Humanoidz’ obteve 1.8 milhões de streams e também 5 mil downloads, ficando em segundo lugar.

Em recente vídeo gravado, o SOAD declarou que já havia conseguido angariar 600 mil dólares com as faixas (mais de 3 milhões de reais). Todas as receitas serão revertidas aos armênios afetados no conflito na região de Artsakh.

“Estamos maravilhados pela gratidão de todos, pelo incrível apoio à nossa campanha em prol do povo de Artsakh e pela ajuda na arrecadação de mais de 600 mil dólares em doações para atender aqueles em extrema necessidade por meio da organização Armenia Fund. Graças a vocês, poderemos ajudar os civis que foram deslocados, jovens e idosos afetados pelos horríveis crimes de guerra infligidos a Artsakh pelo Azerbaijão e pela Turquia. Para nós quatro, é extremamente importante compartilhar esses fatos com vocês. É por nossos ancestrais, nossa cultura e nossa nação. Ajude-nos a espalhar a mensagem.”


Causa armênia

As músicas foram lançadas por motivos amplamente necessários: conscientização global e auxílio aos afetados no conflito étnico-territorial que perdura há anos e que voltou a se intensificar no último mês em Nagorno-Karabakh, região povoada em sua maioria por armênios nativos. No site oficial, o System Of A Down escreveu um comunicado explicando a publicação das músicas. Leia abaixo na íntegra:

“Nós, como System Of A Down, acabamos de lançar novas músicas pela primeira vez em 15 anos. A hora de fazer isso é agora, pois juntos, nós quatro temos algo extremamente importante a dizer como uma voz unificada. Essas duas faixas, “Protect The Land” e “Genocidal Humanoidz”, falam de uma guerra terrível e séria sendo perpetrada em nossas pátrias culturais: Artsakh e Armênia.

Em 27 de setembro, as forças armadas do Azerbaijão e da Turquia (junto com terroristas do Estado Islâmico da Síria) atacaram a República de Nagorno-Karabakh, que nós, como armênios, chamamos de Artsakh. Durante o mês passado, civis, jovens e idosos, foram despertados dia e noite pelas imagens e sons assustadores de ataques com foguetes, bombas caindo, mísseis, drones e ataques terroristas. Eles tiveram que encontrar refúgio em abrigos improvisados, tentando evitar a queda de ilegais bombas de fragmentação que aterrisaram em suas ruas, casas, hospitais e locais religiosos. Os agressores incendiaram suas florestas e ameaçaram a vida selvagem usando arma de fósforo branco, outro armamento proibido.

E por que?

Porque há 30 anos, em 1988, os armênios de Nagorno-Karabakh (que na época era um território independente dentro da URSS), estavam cansados de serem tratados como cidadãos de segunda classe e decidiram declarar sua legítima independência da República Socialista Soviética do Azerbaijão cujas fronteiras se engolfaram. Isso acabou levando a uma guerra de autodeterminação pelos armênios em Karabakh contra o Azerbaijão, que terminou em um cessar-fogo em 1994, com os armênios detendo o controle de suas terras ancestrais e mantendo sua independência até os dias atuais. Nosso povo vive lá há milênios e, para a maioria das famílias, é a única moradia que eles, seus antepassados e mães já conheceram. Eles só querem viver em paz como há séculos.

Há uma urgente necessidade para que os cidadãos globais despertem seus respectivos governos a não apenas condenar as ações dos líderes corruptos do regime do Azerbaijão e da Turquia, mas que também insistam que os líderes mundiais ajam com urgência para trazer paz à região e legitimamente reconheçam Artsakh como uma nação independente. Mais importante e urgente: nós humildemente imploramos que você doe, em pequenas ou grandes quantias, para fornecer uma desesperada e necessária ajuda com suprimentos básicos para os afetados, onde cada vez mais há relatos de crimes contra a humanidade.

Sabemos que, para muitos, existem maneiras mais convenientes que vocês preferem para ouvir música, portanto, considerem a oportunidade de baixar essas faixas como um ato de caridade acima de tudo. As músicas e as letras falam por si. Precisamos que você fale por Artsakh.

Paz,
Serj, Daron, Shavo e John.”


Ouça abaixo as novas músicas do System Of A Down:

Nenhum comentário