Soldado fã de System Of A Down morre na guerra entre Armênia e Azerbaijão

System of a Down

Levon Mantashian, de 21 anos, foi mais uma vítima do violento conflito étnico-territorial na região de Nagorno-Karabakh (também chamada de Artsakh).

Músico e fã de System Of A Down, Levon era natural de Moscou, Rússia, mas tinha ascendência armênia e atualmente vivia em Dilijan, cidade situada a cerca de 60 quilômetros da capital, Yerevan.

O jovem, que era um dos voluntários das forças armadas da Federação da Rússia, chegou ao corredor estratégico de Lachin (estrada que une Nagorno-Karabakh com a Armênia) no mês passado para uma missão de paz na região. Ele está entre os 2,3 mil soldados mortos na pior série de confrontos desde a guerra travada entre 1988 e 1994.

Desde o dia 27 de setembro, ataques coordenados pelo Azerbaijão – com apoio material turco – atingiram diversos alvos civis e militares no enclave montanhoso povoado em sua maioria por armênios nativos. Além dos soldados, milhares de civis foram mortos e desalojados de suas dependências, em uma potencial crise humanitária.

Nas redes sociais, os membros do System Of A Down homenagearam Levon. O baterista John Dolmayan destacou o ato de bravura e patriotismo do soldado. Palavras de John:

Este é Levon Mantashian, como muitos de vocês, ele era um grande fã de System Of A Down, mas o mais importante, ele era um patriota que deu sua vida para defender a nossa pátria. Honre-o, lembre-se dele, celebre-o.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por John Dolmayan (@johndolmayan_)


Em entrevista anterior ao portal Greek City Times, o vocalista Serj Tankian exaltou os soldados que estão na linha de frente dos combates chamando-os de “espartanos”. Tankian disse:

“Artsakh e Armênia estão travando uma batalha existencial que não podemos perder. É por isso que toda a nação armênia está unida em fazer tudo que podemos para proporcionar um amanhã melhor para nossos filhos. Estamos lutando contra um inimigo com mais armas, que gastam muito mais que nosso orçamento de defesa. Mas a história nos ensinou que não são os exércitos que ganham as guerras, mas o espírito, os corações e as mentes daqueles que estão dispostos a se sacrificarem que ganham as guerras. Ninguém na história conquistou Artsakh. Eles são nossos espartanos.”

Ajuda humanitária

Com as novas músicas lançadas no mês passado, ‘Protect The Land’ e ‘Genocidal Humanoidz’, o System Of A Down anunciou ter arrecadado mais de 600 mil dólares (cerca de 3,2 milhões de reais). 100% das receitas serão destinadas ao desenvolvimento humanitário e recursos na Armênia. 

Em outro ato caritativo anunciado nesta semana, em parceria com a organização Armenia Fund, a banda está angariando recursos para a reabilitação de soldados que tiveram seus membros amputados durante o conflito. Com um investimento inicial para a implementação do projeto de 100 mil dólares (aproximadamente 520 mil reais), os soldados feridos serão equipados com próteses biônicas de última geração.

“Considero como alta prioridade a devida recapacitação de nossos jovens que arriscaram suas vidas. Portanto, estou orgulhoso de realizar esta parceria com a Armenia Fund para ajudar a tornar possível estas reabilitações. Junto com o System Of A Down, estamos direcionando os fundos arrecadados para vários programas de próteses e reabilitações”, disse Serj Tankian.

Nenhum comentário