“Nós tentamos”, diz Serj Tankian sobre um novo álbum do System Of A Down

System of a Down

Na manhã deste domingo (24), Serj Tankian realizou uma sessão de perguntas e respostas ao vivo no Facebook do centro educacional Tumo Center for Creative Technologies.

Tankian falou sobre diversos assuntos relacionados a política, música, vida pessoal e também sobre o System Of A Down. Como de praxe, um dos assuntos mais abordados pelos fãs na live foi sobre um disco inédito da banda em 15 anos.

Perguntado sobre o tema, Serj respondeu:

Muitas coisas foram feitas, mas é bem simples. Criativamente, nós simplesmente não conseguimos resolver algumas coisas olho no olho para seguir adiante. E para mim, e sei que para os outros caras da banda também, o System Of A Down é muito especial, e o que fizemos juntos é muito incrível. Não podemos fazer algo a menos que estejamos todos realmente na mesma direção, no mesmo objetivo, na mesma visão. Isso não aconteceu. Nós tentamos. Eu diria que alguns anos atrás, nós fizemos esse esforço – músicas foram escritas por mim, pelos outros caras, etc, mas nós simplesmente não pudemos chegar a um acordo olho no olho. Está tudo bem. Ainda somos todos amigos, temos uma ótima relação, fazemos turnês juntos, podemos contar um com o outro, e é isso.

Vídeo da transmissão ao vivo na íntegra:


Novo EP em carreira solo

Ao portal do Grammy, Serj Tankian revelou que irá lançar novas músicas que, inicialmente, seriam utilizadas com o System Of A Down. O EP, intitulado ‘Elasticity’, deve ser publicado ainda neste ano.

“Acabei de ganhar mais ferramentas, experiências, sons e maneiras de abordar as coisas, com muitas opções diferentes. No que diz respeito ao EP, inicialmente eram músicas que eu queria fazer com o System Of A Down. Quando não conseguimos resolver algumas coisas olho no olho, eu apenas segui em frente e terminei as faixas. Elas têm mais presença de sintetizadores do que a maioria das músicas do System, mais linhas com arpejos, mas elas ainda têm o ritmo pesado, também muitas coisas com batidas bonitas que se assemelham com o disco Elect The Dead e com algumas das minhas faixas solo anteriores. É um EP realmente bom.”

Nenhum comentário